António Salvador, presidente do Sp.Braga, falou aos jornalistas antes da estreia do clube minhoto na Liga Europa, marcada para esta quinta-feira, no terreno do Estrela Vermelha.

Antes da partida para Belgrado, o dirigente reconheceu não estar satisfeito com o desempenho da equipa neste início de época, depois do nulo do fim-de-semana com o Paços de Ferreira, e pediu mais. "Sabemos que temos de fazer mais e melhor do que aquilo que temos feito no arranque deste campeonato, muito mais e melhor do que fizemos no último jogo contra o Paços de Ferreira, porque para se ganhar jogos não chega qualidade, é preciso trabalhar, ser intenso, agressivo, correr", começou por dizer.

"O Braga tem de entrar em todos os jogos para vencer. Sabemos que não os vamos ganhar todos, mas sabemos que temos de trabalhar, ser intensos, agressivos. Depois, se não ganharmos, temos consciência que fizemos tudo para vencer. Tenho consciência que poderíamos ter feito mais e que temos de trabalhar mais diariamente para chegarmos aos jogos preparados", acrescentou.

"Acabámos mal no ano passado, não começámos bem e portanto é um ciclo que tem de mudar. Ciclo é pressão permanente para ganhar jogos", prosseguiu o líder máximo dos 'Gverreiros' antes de falar das suas expetativas para a Liga Europa.

"As expectativas são boas. Vamos iniciar esta competição europeia com confiança, por aquilo que o Braga pode vir a fazer e tem feito no passado. O Braga tem história nesta competição, tem estado permanentemente na fase de grupos e tem passado quase sempre à fase seguinte. Mas, independentemente do sorteio, não tendo nomes sonantes, é um grupo muito difícil, equilibrado", alertou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto