O presidente do Sporting de Braga, António Salvador, disse que Sá Pinto foi a "primeira escolha", depois de ter sido "surpreendido" pela saída de Abel Ferreira, e considerou que "a adaptação vai ser rápida", porque o clube "tem uma estrutura coesa e forte".

"A primeira pessoa que me veio à cabeça foi o Sá Pinto. Ele partilha os mesmos valores do clube, a ambição de vencer e paixão no que faz. O Sá Pinto é a pessoa ideal para o cargo. Este clube é uma família e, junto com os adeptos, queremos criar uma onda e uma dinâmica em cada jogo para vencer", disse.

Sá Pinto, que assinou um contrato de duas temporadas, vai ter como treinadores adjuntos Rui Mota, Guilherme Gomes e Carlos Campos, mantendo-se o treinador de guarda-redes Jorge Vital.

O antigo internacional português orientou na época passada os polacos do Legia de Varsóvia, mas não terminou a temporada, saindo em abril deste ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.