A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol apresentou uma queixa junto do Conselho de Disciplina da FPF contra Sérgio Conceição e Pepe, após as declarações do treinador e capitão do FC Porto, respetivamente, na segunda-feira, depois da derrota dos Dragões em Braga.

De recordar que esta é prática comum na APAF sempre que é colocada em causa a seriedade dos árbitros, como recordou o presidente da APAF, Luciano Gonçalves, em outubro de 2021.

Após a derrota em Braga, que colocou um ponto final na série de 58 jogos do FC Porto sem perder para I Liga, Sérgio Conceição teceu duras críticas a atuação do árbitro Hugo Miguel.

"Fica-me difícil encontrar palavras. Na época passada, a quatro jornadas do fim [n.d.r. foi a seis jornadas do final], tivemos o mesmo árbitro que teve muita dificuldade no jogo [diante do Moreirense 1-1]. Nos jogos grandes como hoje [ontem, segunda-feira], que podia decidir um título, meteram um árbitro que não tem qualidade para apitar jogos com alguma pressão. Tem tido azar connosco, tem errado sempre contra nós. E contra isso não podemos fazer nada", disse o treinador portista em declarações à Sport TV.

Ao mesmo canal, Pepe, capitão dos Dragões, também criticou a atuação do árbitro.

"O jogo ficou marcado na 1ª parte. Fala-se muito dos árbitros, do Taremi... O árbitro veio condicionado. Não posso falar muito, senão ainda apanho mais jogos. Temos três lances de penálti na 1ª parte. Entrámos bem no jogo. Não podemos fazer nada contra isso", comento o central, na análise do jogo à Sport TV.

Na manhã desta terça-feira foi a vez do FC Porto, através da sua newsletter 'Dragões Diário' deixar reparos à arbitragem do encontro com os minhotos.

"Faz hoje precisamente um ano: em Moreira de Cónegos, num jogo arbitrado por Hugo Miguel, o FC Porto empatou a um depois de ter sido prejudicado em três penáltis. Ontem, em Braga, a história foi parecida: com o mesmo árbitro em campo, os Dragões perderam por 1-0 e voltaram a ser prejudicados em três lances na área. Hugo Miguel continua com o azar de cometer erros a triplicar contra o FC Porto em encontros realizados na fase mais decisiva do campeonato", pode ler-se no 'Dragões Diário'.

O FC Porto queixa-se que ficaram por marcar três grandes penalidades a seu favor, todos na primeira parte.

Lance entre Evanilson e o guarda-redes Matheus.

Lance de mão na bola de Al Musrati.

Lance entre Taremi e Yan Couto.

O Sporting de Braga venceu , na segunda-feira, na receção ao FC Porto por 1-0, em jogo da 31.ª jornada da I Liga de futebol, disputado em Braga. Um golo de Ricardo Horta, aos 54 minutos, bastou para os 'arsenalistas' assegurarem o triunfo, formação que colocou um ponto final na série invicta da equipa de Sérgio Conceição, que se fixou nos 58 jogos consecutivos sem perder para o campeonato.

Com esta vitória, o Sporting de Braga chega aos 59 pontos, assegurando definitivamente o quarto posto na Liga, enquanto o FC Porto lidera o campeonato, com 82 pontos, mais seis do que o Sporting, que venceu em casa do Boavista por 3-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.