O presidente do Paços de Ferreira, Rui Seabra, mostrou-se indignado com a arbitragem de Bruno Paixão que resultou em duas expulsões: Andrezinho e o treinador Jorge Simão.

“Nos últimos quatro jogos arbitrados por Bruno Paixão, os nossos treinadores foram expulsos. Hoje, de forma ridícula, voltou a ser expulso. O nosso trabalho durante a semana não pode ser posto em causa por este árbitro", assinalou.

O dirigente pediu mesmo para “que o senhor Bruno Paixão não apite mais os jogos do Paços de Ferreira”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.