O Sporting goleou, este sábado, a Académica por 0-4, em jogo da segunda jornada da I Liga, que se disputou no Estádio Cidade de Coimbra. Carrillo (23’), Marcos Rojo (42’), Adrien Silva (53’ g.p) e Fredy Montero (58’ g.p) construíram mais uma goleada a verde e branco.
Depois da goleada imposta na primeira jornada sobre o novato Arouca por 5-1, o Sporting voltou a mostrar-se a um excelente nível neste arranque de temporada. Desta vez a vítima foi a Académica de Sérgio Conceição, que pouco pôde fazer para travar o poderio dos Leões.
Para o jogo desta noite, e face ao primeiro jogo, Leonardo Jardim fez apenas uma alteração, fazendo entrar André Martins para o lugar de Gerson Magrão no meio-campo do clube de Alvalade
O Sporting, que já não perde em Coimbra há 36 anos, entrou a todo gás à procura do primeiro golo, mas este havia de surgir apenas aos 23 minutos, por intermédio de André Carrillo. O peruano, que desfilou classe pelo corredor e que muitas vezes cruzou para a área dos Estudantes, recebeu um passe rasteiro de Wilson Eduardo e inaugurou o marcador.
Leonardo Jardim, que já nos habituou à sua serenidade no banco de suplentes, mostrou-se muito confiante do que via, daquilo que a sua equipa era capaz. E a verdade é que não tinha razões para demostrar qualquer tipo de alteração na reação para os seus atletas. Eles controlavam o jogo dentro das quatro linhas. A Académica estava sufocado e não conseguia desenrolar o seu futebol. Sérgio Conceição era um homem completamente diferente no banco ao lado.
O segundo golo dos Leões surgiu já nos instantes finais do primeiro tempo. Aos 41 minutos, e no meio da confusão da defesa da Académica, Marcos Rojo encontrou um buraco para rematar e fazer o segundo golo do Sporting em Coimbra.
Com muito equilíbrio e segurança no meio-campo, o Sporting entrou novamente confiante para o segundo tempo quando, aos 52 minutos, Jefferson foi derrubado em falta na grande área e o árbitro Artur Soares Dias assinalou grande penalidade a favor dos Leões. Na conversão, o incansável Adrien Silva não falhou e fez o 0-3. Marcelo Goiano viu o segundo cartão amarelo e foi expulso, colocando a sua equipa, ainda mais, em maus lençóis.
Contudo, o árbitro Artur Soares Dias havia de assinalar outra grande penalidade contra os Estudantes depois de ter visto Manoel parar com a mão um cruzamento de Carrillo na grande área. Em menos de cinco minutos, dois penáltis a favor do Sporting. Em menos de cinco minutos, o Sporting aumenta a vantagem para 4-0. Montero, que no primeiro encontro dos Leões tinha feito um “hat-trick”, voltou a marcar esta noite.
No lance seguinte, Diogo Valente tinha tudo para reduzir a desvantagem da equipa da casa mas o jogador português rematou muito por cima.
Os últimos minutos da partida mostrou um jogo mais lento. Com o Sporting a deixar a Académica jogar no seu meio-campo mas sem conseguir criar perigo.
Terminado o encontro na cidade dos Estudantes, o Sporting provavelmente permanecerá na liderança da I Liga no fim da segunda jornada. Isto porque, com seis pontos e nove golos marcados, há razões para sorrir no reino do Leão. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.