O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol divulgou, esta quarta-feira, os relatórios dos árbitros relativos aos encontros da terceira jornada da Primeira Liga.

Depois de Jorge Sousa ter escrito no relatório do jogo Chaves-Benfica, relativo à segunda jornada, quais foram as prendas que recebeu por parte das duas equipas, vários árbitros detalharam nos seus relatórios as ofertas feitas por cada clube.

Rui Costa, juiz do Benfica-Belenenses, escreveu no relatório que "no final do jogo, o sr. delegado da equipa A (Benfica), na presença do sr. delegado da Liga, ofereceu a cada elemento da equipa de arbitragem uma camisola do clube e duas garrafas de vinho, alusivo aos 75 anos de Eusébio".

A prenda mais original coube ao FC Porto. Segundo juiz Manuel Oliveira, os 'dragões' ofereceram a cada elemento da equipa de arbitragem "um roupão e uma toalha" após o jogo com o Moreirense.

Em Guimarães, o Sporting ofereceu à equipa de arbitragem liderada por Hugo Miguel “uma camisola alusiva ao jogo”.  Já o Tondela, que recebeu o Estoril, deu três garrafas de vinho a cada um dos juízes enquanto no Feirense-Paços de Ferreira, Carlos Xistra revelou que a equipa da casa ofereceu fogaças, um bolo típico de Santa Maria da Feira.

Pode consultar os relatórios dos jogos da terceira jornada aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.