O presidente do Moreirense, clube que garantiu no domingo a passagem à Liga principal de futebol, deve avançar com nova candidatura para a época 2011/12, estando na forja o agendamento de um a assembleia-geral.

Em declarações à agência Lusa, Vítor Magalhães, presidente do clube minhoto, segundo classificado da Liga de Honra e agora promovido, confirmou que tem vindo a fazer reuniões com os responsáveis do clube, uma vez que «a Liga impõe que sejam feitas eleições antes de principiar a nova época».

«Não sei se serei candidato. Sei que existe uma vontade grande por parte de muitas pessoas para que isso aconteça. Mas cada coisa no seu lugar. Nem seria correto da minha parte falar em listas sem ter ainda falado com todas as pessoas que devo falar antes de avançar com alguma coisa. Fui alertado para facto de que a Liga nos impõe que se façam eleições em breve devido aos ciclos eleitorais e vamos tratar disso», disse Vítor Magalhães.

No entanto, fontes próximas do dirigente disseram à Lusa sabe que Vítor Magalhães tem recebido elogios à sua gestão de vários quadrantes da cidade de Guimarães e pedidos que insistem na sua continuidade à frente dos Cónegos.

A marcação de data para a Assembleia-geral que ditará a data das eleições é da responsabilidade da presidente da mesa, Serafina Pereira, devendo ser conhecida na próxima semana, altura em que também o técnico Jorge Casquilha entregará uma lista com os nomes dos jogadores que quer manter no seu plantel.

«Sobre renovações não há nada em concreto que possa ser confirmado. Todos os jogadores sabem que queremos manter um bom núcleo. Queremos que os que fizeram parte do sucesso de 2011/12 continuem a trabalhar para ainda engrandecer mais o Moreirense. Mas a lista do treinador só a conhecerei na próxima semana», referiu o presidente.

A reunião de Assembleia-geral deverá ser marcada para a primeira quinzena de junho. Em Moreira de Cónegos os ciclos eleitorais são de dois anos, no entanto, há dois anos, Vítor Magalhães esteve prestes a fazer apenas um ano de mandato. A saída do dirigente não veio a acontecer por falta de listas concorrentes, tendo Vítor Magalhães decidido dar continuidade ao mandato, acabando por cumprir os dois anos para que havia sido eleito.

Vítor Magalhães está à frente dos destinos do Moreirense desde a época 2008/09, altura em que a equipa minhota militava na II Divisão Nacional, tendo conseguido regressar ao escalão máximo do futebol português em quatro épocas, após sete anos desde a última presença neste escalão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.