O invicto FC Porto sagrou-se ‘campeão de inverno’ pela 32.ª vez, depois de dois anos consecutivos como ‘vice’, ao concluir a primeira volta da I Liga portuguesa de futebol com 47 pontos, em 51 possíveis.

Os ‘dragões’, que somaram 15 vitórias e dois empates, igualaram o seu melhor registo numa primeira volta em campeonatos com 18 clubes, repetindo 1996/97, para ‘virarem’ três pontos à frente do Sporting, que se ‘despistou’ na 17.ª ronda.

Na quinta época sob o comando de Sérgio Conceição, o FC Porto chega a meio na frente pela terceira vez, como em 2017/18 e 2018/19, após seis épocas (2011/12 a 2016/17) - que antecederam a chegada do atual treinador - em posições secundárias.

Desde que, a partir de 1995/96, as vitórias passaram a valer três pontos, os ‘dragões’ acabaram a primeira volta na frente, com vantagem pontual, em 14 ocasiões e, nessas, acabaram campeões em 12, falhando apenas em 1999/2000 e 2018/19.

Em 1999/2000, o FC Porto tinha precisamente a atual vantagem de três pontos face ao Sporting e perdeu-a na segunda volta para os ‘leões’, de Augusto Inácio, que acabaram quatro pontos à maior, acabando com uma ‘seca’ de títulos que durava desde 1981/82.

Mais recentemente, em 2018/19, os ‘dragões’ viraram com 43 pontos, contra 38 dos ‘encarnados’, que, com Bruno Lage em vez de Rui Vitória, somaram 16 triunfos e um empate na segunda volta, incluindo um impactante 2-1 no Dragão.

Estas duas temporadas são, porém, exceções, já que nas restantes em que viraram com mais pontos os ‘azuis e brancos’ acabaram campeões, sendo que, em termos globais, 31 títulos de 'campeão de inverno' valeram 21 'canecos'.

Em 2021/22, o FC Porto só não ganhou nos redutos de Marítimo (1-1, à terceira jornada) e Sporting (1-1, à quinta), seguindo, presentemente, numa série de 12 vitórias consecutivas, incluindo um 3-1 ao Benfica e um 1-0 ao Sporting de Braga.

FC Porto sem derrotas a meio pela 15.ª vez

Além de ter sido 'campeão de inverno, o FC Porto chegou a meio do campeonato português de futebol sem derrotas pela 15.ª vez, reforçando o recorde nacional, ao fechar a edição 2021/22 da I Liga com 15 vitórias e dois empates. Os ‘dragões’ tinham ‘virado’ invictos pela última vez há quatro anos, em 2017/18, na primeira época sob o comando de Sérgio Conceição, sendo que, então, cedeu três igualdades.

Nas anteriores 14 vezes em que ‘virou’ sem desaires, o FC Porto acabou campeão em 12, falhando esse objetivo apenas nas ‘longínquas’ temporadas de 1974/75 e 1986/87, sendo que, nesta última, atingiu a 15.ª ronda no segundo lugar.

Desde então, os ‘azuis e brancos’ terminaram na frente sempre que chegaram a meio sem derrotas, o que aconteceu em 10 ocasiões, seis delas já no Século XXI, em 2002/03 e 2003/04, com José Mourinho, 2010/11, sob o comando de André Villas-Boas, 2011/12 e 2012/13, liderados por Vítor Pereira, e 2017/18.

Na presente temporada, o FC Porto apenas cedeu duas igualdades, ambas a um golo, nos redutos do Marítimo, à terceira jornada, e do campeão Sporting, a quinta.

No Funchal, em 22 de agosto, adiantou-se aos 35 minutos, por Luis Díaz, e sofreu a igualdade aos 45+4, por Xadas, para, em 11 de setembro, em Alvalade, chegar ao empate com novo tento do colombiano, aos 71, que anulou o de Nuno Santos, aos 16.

De resto, o ‘onze’ de Sérgio Conceição só somou vitórias, com destaque para o 3-1 ao Benfica, no Dragão, e os difíceis triunfos por 2-1 em Barcelos, com o Gil Vicente, selado com um livre direto de Sérgio Oliveira, aos 89 minutos, e no Estoril, onde virou de 0-2 para 3-2, selado aos 90 por Francisco Conceição.

O FC Porto é líder da I Liga desde a 10.ª jornada, altura em que sucedeu ao Benfica, mas só ficou isolado após a 17.ª e última da primeira volta, com o triunfo face aos ‘canarinhos’, depois de o Sporting cair nos Açores, face ao Santa Clara.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.