Bas Dost irá prestar depoimento esta quarta-feira, a partir das 14h00, na 29ª sessão do julgamento da invasão à Academia do Sporting, em Alcochete. O depoimento do avançado holandês já esteve agendado para sessões anteriores, mas foi adiado por motivos de doença.

A versão dos acontecimentos do agora avançado do Eintracht Frankfurt reveste-se de extrema importância para o processo, sobretudo no que toca ao arguido Rúben Marques, que terá agrediu o internacional holandês na cabeça com um cinto, segundo aponta a acusação, com base nas imagens de videovigilância, .

Antes de Dost, de manhã, irá depor um dos arguidos, Tiago Neves. Será o segundo arguido a ser ouvido, depois do testemunho de Bruno Jacinto, que falou logo no início do julgamento.

O processo do ataque à Academia de Alcochete - onde, em 15 de maio de 2018, jogadores e equipa técnica do Sporting foram agredidos por adeptos ligados à claque ‘leonina' Juve Leo - tem 44 arguidos, acusados de coautoria de 40 crimes de ameaça agravada, de 19 crimes de ofensa à integridade física qualificada e de 38 crimes de sequestro, todos estes (97 crimes) classificados como terrorismo.

Bruno de Carvalho, à data presidente do clube, ‘Mustafá', líder da Juventude Leonina, e Bruno Jacinto, ex-oficial de ligação aos adeptos do Sporting, estão acusados de autoria moral de todos os crimes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.