O Benfica aguarda que a Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga apure aquilo que aconteceu no balneário do árbitro Artur Soares Dias no intervalo do encontro entre FC Porto e Benfica, referente à 5ª jornada.

Segundo escreve o jornal A Bola, os 'encarnados' estão dispostos a pedir um inquérito à CII caso o organismo não atue de livre iniciativa.

No domingo, o jornal Correio da Manhã noticiou que Antero Henrique e Julen Lopetegui, respetivamente vice-presidente e treinador do FC Porto, teriam invadido o balneário do árbitro durante o intervalo do 'clássico', mas tal facto não consta do relatório do árbitro.

O Conselho de Arbitragem da FPF já veio entretanto a público desmentir a notícia. "Caso tivesse ocorrido algum facto relevante, teria sido assinalado pelo árbitro do jogo no seu relatório, como é seu dever", realça o CA.

Caso se venha a provar que Antero Henrique e Julen Lopetegui invadiram o balneário do árbitro, ambos poderão ser suspensos, tal como Soares Dias e o observador Baptista Rodrigues, por omissão de factos relevantes nos relatórios. Também o FC Porto arrisca uma punição de pontos ou até a interdição do Estádio do Dragão por três encontros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.