Samaris rescindiu com o Benfica no final de agosto, mas os encarnados continuam a pagar o ordenado ao jogador grego.

O jornal 'A Bola' revela que o acordo de rescisão entre clube e jogador prevê que as águias continuem a pagar o ordenado líquido de Samaris até o grego encontrar um novo jogador.

Ainda assim, caso o novo contrato do jogador tenha um ordenado menor que o que auferia no Benfica, os encarnados cobrem a diferença.

A rescisão do contrato de Samaris, explica o matutino, permitiu uma poupança substancial ao clube nos impostos, com o clube a pagar apenas o salário líquido do grego.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.