O Benfica reagiu em comunicado no seu site oficial à suspensão hoje aplicada pela Comissão Disciplinar da Liga a Jorge Jesus, que puniu o treinador do Benfica com 11 dias e uma multa de 7500 euros, na sequência dos incidentes com Luís Alberto no jogo Benfica-Nacional (17ª jornada da Liga).

«Entre o arquivamento do processo e a condenação do treinador Jorge Jesus, optou a Comissão Disciplinar da Liga, de forma tímida e envergonhada, por esta última», refere a nota emitida pelo clube da Luz no seu site. 

Aplaudindo o facto do organismo não ter levado em conta o depoimento de Luís Alberto, por considerar que este «não é credível», os encarnados criticam logo de seguida a decisão «em sentido contrário».

«Outro facto que resultou provado, e que também não surpreende, é a conclusão de que o treinador Jorge Jesus não agrediu o atleta Luís Alberto. Ou seja, é a própria Comissão Disciplinar que dá como provado que o jogador Luís Alberto mentiu», acrescenta o comunicado.

Assim, o Benfica lamenta a «dimensão que o episódio ganhou na comunicação social». «Acabou por ser inevitável a condenação do treinador do SL Benfica por tentativa de agressão. Uma condenação injusta que não resulta dos factos, mas sim das aparências», sublinha, criticando ainda o facto do processo instaurado em simultâneo a Luís Alberto não ter sido igualmente concluído. 

Em virtude da suspensão decretada esta sexta-feira, Jorge Jesus será substituído na conferência de imprensa deste sábado, de antevisão do jogo com a Naval, por um jogador do plantel. 

Veja AQUI o vídeo dos incidentes que levaram ao castigo de Jorge Jesus. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.