A recente entrevista de Odysseas Vlachodimos apanhou desprevenida a SAD do Benfica por esta ter sido dada com o jogador na sua seleção. O guarda-redes grego assumiu o desejo de deixar o clube da Luz, depois de perder a titularidade para Hélton Leite.

"Penso que estou pronto para seguir em frente. Consolidei-me no Benfica, conquistei títulos, vivi grande êxitos, joguei a Liga dos Campeões e a Liga Europa. O Benfica deu-me muito, ajudou-me a desenvolver, mas talvez estejam reunidas as condições para dar o passo seguinte", contou o guarda-redes grego ao jornal 'Sport 24', do seu país.

Diz o jornal ABola que o Benfica já estava a par da vontade do jogador em experimentar novos ares. A SAD Encarnada espera encaixar 20 milhões de euros no próximo verão, valor muito alto para um guarda-redes que é suplente.

Escreve ainda ABola que Odysseas Vlachodimos queria sair em alta da Luz para um clube de topo das principais ligas europeias mas, face a sua condição de suplente, já admite jogar em outros emblemas que não sejam do topo, desde que jogue.

Vlachodimos estreou-se pelo Benfica no início da temporada de 2018/19, assumindo-se de imediato como titular. Desde então, totaliza 119 jogos de águia ao peito no conjunto de todas as competições, mas o adeus pode agora estar para breve.

Nascido na Alemanha e formado no Estugarda, tendo depois passado pelo Panathinaikos, Vlachodimos confirmou que um regresso à ‘Bundesliga’ é uma possibilidade, mas que o seu principal objetivo é atuar numa liga das chamadas ‘big 5’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.