O brasileiro Bruno César é um dos jogadores em maior destaque no Benfica e não esconde a felicidade pela adaptação ao clube e ao campeonato.

«O Benfica é um clube excecional em todos os aspetos, desde as pessoas que nos acompanham até aos profissionais que trabalham no clube», frisou o médio, que soma dois golos em três jornadas sem sequer ter sido ainda titular.

O médio encarnado aponta baterias ao título de campeão, mas rejeita a existência de uma grande pressão sobre os jogadores. «O que mais queremos é ganhar o título, mas não estamos sob pressão. A nossa equipa está confiante, a jogar bem e fez um excelente jogo com o Twente. É uma questão de confiança, vamos ganhando isso e tudo sai melhor nos jogos. Não vamos deixar de lutar, assegurou Bruno César em entrevista ao jornal Record.

Questionado sobre a alcunha de "Chuta-Chuta" que ganhou no Brasil, Bruno César regozija-se pelo nome começar a vingar também em Portugal: «Quando saio do carro já houve algumas pessoas a chamarem-me assim. Para mim isso é muito bom. No Brasil não era assim, não havia tanto carinho.»

Por fim, o médio espera ajudar o clube a fazer uma boa carreira na Champions. «Nesta competição estão as melhores equipas do Mundo, mas prometo que vamos fazer o nosso trabalho». 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.