O Benfica venceu este sábado o Paços de Ferreira por 5-0, na 1º jornada do campeonato nacional. Nuno Tavares, Pizzi, Seferovic e Carlos Vinícius fizeram os golos dos encarnados no arranque da temporada 2019/2020.

A primeira oportunidade de golo do jogo surgiu aos sete minutos de jogo pelo lado da equipa da casa. Depois de uma excelente jogada de Raúl de Tomás, o antigo jogador do Real Madrid assistiu para Haris Seferovic, que não chegou a tempo de cruzar para o fundo das redes.

Pouco depois os encarnados ficavam a reclamar um cartão vermelho para Marco Baixinho, depois de uma entrada dura sobre Seferovic, que se dirigia isolado para a baliza do Paços de Ferreira. O árbitro Manuel Oliveira optou pelo cartão amarelo. Ao cobrar o livre, Raúl de Tomás bateu por cima.

Já aos 18 minutos os encarnados estiveram muito perto de inaugurar o marcador. Na sequência de um canto, Pizzi bateu curto para Grimaldo, que rematou com convicção. A bola passou rente à barra da baliza de Ricardo Ribeiro.

Quando o jogo se adivinhava difícil, Nuno Tavares surgiu surpreendentemente para resolver a situação. Aos 26 minutos, o jovem do Benfica atirou uma 'bomba', que segue em arco e não dá hipóteses ao guarda-redes dos castores.

Três minutos depois foi assinalado penálti a favor dos encarnados, depois de mão na bola de Bruno Santos. Pizzi é chamado à marca dos 11 metros e não desapontou os adeptos benfiquistas. Sem hesitar, o capitão colocou a bola no fundo das redes e faz o segundo para o Benfica.

Aos 39 minutos, o Paços de Ferreira ainda marcou golo, mas este foi anulado pelo árbitro da partida devido a fora de jogo de Douglas Tanque.

Terminada a primeira parte, o Benfica já levava uma vantagem de dois golos, apesar da entrada bastante positiva do Paços de Ferreira, que mostrou não ter medo dos 'grandes', muito pelo contrário. Um resultado justo tendo em conta a eficácia do Benfica, mesmo depois de uma entrada fraca e sem brilho.

Na segunda parte a equipa encarnada entrou mais assertiva e concentrada com intenções claras de resolver o jogo o mais rapidamente possível. O Paços de Ferreira, por seu lado, não desistiu da partida e continuou a pressionar alto, principalmente por Tanque.

Aos 62 minutos de jogo, o Benfica efetuou uma jogada que deixou os adeptos ao rubro. Depois de uma recuperação de bola, Pizzi apostou num contra-ataque. O capitão do Benfica assistiu Seferovic, com um belo passe, mas o suiço não rematou muito por cima e desperdiçou uma excelente oportunidade de golo.

A vida já não se adivinhava fácil para o Paços de Ferreira, mas aos 65 minutos complicou-se ainda mais. Na sequência de uma entrada dura sobre Nuno Tavares, Bernardo Martins viu o segundo cartão amarelo e acabou expulso, deixando os castores a jogar com dez.

Aos 71 minutos a pouca sorte do Paços de Ferreira veio a confirmar-se e os encarnados aumentaram a vantagem para três golos. Depois de uma inteligente jogada de Nuno Tavares, o jovem defesa passou para Chiquinho, que assistiu Seferovic com um belo passe. Desta vez, o suiço não falhou e levou as bancadas da Luz à euforia.

Pouco depois Pizzi 'bisou' na partida e fez o golo nº50 com a camisola do Benfica. Mais uma vez Nuno Tavares teve um papel fulcral, desta vez ao assistir para o capitão dos encarnados, que com um remate colocado faz o quarto dos campeões nacionais.

Quando o marcador parecia ter sido fixado, eis que aparece uma nova luz. Carlos Vinícius entrou para o lugar de Samaris e rapidamente se fez notar. Seis minutos depois de ter entrado, o brasileiro recebe um cruzamento de Nuno Tavares (mais uma vez) e encosta para o quinto golo do Benfica.

O Benfica soma assim os primeiros três pontos da temporada 2019/2020 frente ao campeão da II Liga. Na próxima jornada, os encarnados visitam o reduto do Belenenses SAD.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.