O SL Benfica emitiu esta sexta-feira um comunicado, onde esclarece porque decidiu proibir os adeptos do FC Porto do uso de adereços alusivos ao clube no Estádio da Luz. O SL Benfica esclareceu ainda que não pretende alimentar polémicas, em relação ao clássico de domingo, e assegura que irá tratar com respeito e fair-play a instituição, dirigentes e adeptos do FC Porto.

No comunicado pode ler-se: «O Sport Lisboa e Benfica vai tratar com o respeito e o fair-play merecidos a instituição, os dirigentes e adeptos do FC Porto. Nesse sentido (…) não vai omitir o nome do FC Porto, nem deixar de hastear a sua bandeira, como é próprio de instituições sérias e sem quaisquer tipos de complexos.»

Sobre a proibição aos adeptos do FC Porto de transporte de adereços alusivos ao clube, o clube encarnado explicou que se limita a aplicar «o princípio da reciprocidade».

«… limita-se o Sport Lisboa e Benfica a aplicar – e dentro do quadro legal vigente – o princípio da reciprocidade. Os nossos sócios e adeptos nas deslocações ao Estádio do Dragão têm sido sistematicamente impedidos de entrar com bandeiras do Benfica ou quaisquer outro tipo de adereços, ao contrário do que sucede em todos os restantes estádios nacionais e estrangeiros.»

No final do comunicado, o Benfica apela ainda à não-violência e à tolerância mas lança uma "bicada" ao rival acusando o FC Porto de estar a comportar-se como uma «virgem ofendida».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.