O clássico entre o Benfica e o Sporting, da 13.ª jornada da I Liga de futebol, foi hoje considerado pela PSP como um jogo de “risco elevado”, estando preparado, em termos de segurança, como um “dérbi dos outros tempos”.

“Trata-se de um jogo de risco elevado, onde vão estar várias valências da PSP envolvidas”, começou por explicar, em conferencia de imprensa, o intendente Francisco Alves, aconselhando os adeptos a deslocarem-se o mais cedo possível para o estádio, lembrando que as portas vão abrir pelas 18:45, duas horas e meias antes do início do jogo.

O responsável da Polícia de Segurança Pública (PSP) pediu aos adeptos para que se desloquem com antecedência ao estádio da Luz, para terem uma “entrada tranquila a tempo e horas”, aconselhando, igualmente, para terem preparado o certificado em formato digital ou em papel de antemão e não somente quando lhes for pedido para apresentarem.

Segundo Francisco Alves, que falava no Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, em Moscavide, as autoridades vão prestar toda a ajuda necessária ao promotor – Sport Lisboa e Benfica – que é o responsável pelo controlo das entradas no estádio.

“O promotor criou um perímetro alargado que abrange a entrada no complexo - pavilhão e estádio”, onde será feita a apresentação da documentação necessária para entrada certificado digital de vacinação (14 dias) e teste PCR (72 horas) ou teste Antigénio (48 horas), disse.

Francisco Alves sublinhou aos jornalistas que a apresentação da documentação será feita “muito antes da zona dos torniquetes”, sendo que se o adepto não tiver a documentação em ordem “não chega a entrar no anel pedonal”.

As autoridades montaram um dispositivo de segurança para um estádio que “pode estar cheio”, sublinhando, no entanto, que o dispositivo não está fechado “podendo ser ajustado” ainda na sexta-feira.

“[O policiamento] Está preparado e projetado para ser um dérbi como nos outros tempos”, frisou.

Em relação aos adeptos do Sporting, Francisco Alves apelou àqueles que se querem dirigir ao estádio da Luz se juntem junto ao Estádio José Alvalade entre as 17:15 e a 17:30 para se concentrarem e depois serem deslocados acompanhados pela PSP até ao Estadio da Luz, onde ficarão numa “zona estéril” até entrarem ou serem acompanhados no sentido inverso, caso não cumpram as condições para entrarem no estádio.

Questionado acerca dos possíveis ajuntamentos, tanto durante a deslocação de adeptos leoninos, como depois nas imediações do estádio do Benfica, Francisco Alves avançou que será “equilibrado o espaço da via publica e a segurança das pessoas”, sendo acompanhadas ao ar livre, apelando a que cumprem as distâncias de segurança, sendo que, durante “grande parte do trajeto” será ocupado “todo o espaço da faixa de rodagem”.

Por este facto, o responsável alerta que as imediações dos dois estádios vão ter alguns condicionamentos, quer no transito automóvel, como pedonal, que vão ter início cerca das 17:45 nas imediações do estádio de Alvalade, nomeadamente na rua Professor Fernando da Fonseca, rua Professor Vieira de Almeida, rua Professor Francisco Gentil e rua Fernando Namora.

Entre as 18:30 e as 19:00 vão estar condicionadas a Travessa da Luz, Estrada da Luz e Segunda Circular, entre as 18:00 e as 20:00 os condicionamentos passam pela rua José Maria Nicolau, avenida Machado dos Santos e a entrada no complexo desportivo do Benfica, através do portão do TV Compound.

O encontro entre o Benfica e Sporting, da 13.ª jornada da I Liga de futebol de 2021/22, está marcado para sexta-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa, a partir das 21:15.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.