O Benfica vai construir dois novos campos de futebol num terreno junto ao Centro de Estágio do Seixal, com a autarquia a receber em troca o estádio do Bravo, que vai ser requalificado, e um outro campo de futebol.

A Câmara Municipal e o Benfica assinaram hoje um protocolo, em que a autarquia cede um terreno de 35.000 metros quadrados, avaliado em cerca de 1,4 milhões de euros, e recebe em troca o estádio do Bravo, que foi comprado pelo Benfica em hasta pública, e um outro campo, que será construído no mesmo terreno que os dois novos campos.

«O Benfica passou a ser, desde setembro de 2006, uma bandeira do Seixal, algo que estou certo é motivo de orgulho para esta autarquia. Mas mais, o Centro de Estágio passou a ser uma estrutura que aumentou a notoriedade do concelho a nível internacional, tantos são os clubes que nos visitam para verem o exemplo do que aqui foi construído», disse Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, na cerimónia de assinatura do protocolo.

Luís Filipe Vieira explicou que as necessidades hoje sentidas pelo Benfica são diferentes das de 2006 e que, por isso, é necessário ampliar o complexo.

«Há mais de um ano, de forma paciente, com os vereadores e com o presidente Alfredo Monteiro, temos vindo a trabalhar numa solução de ampliação do Centro de Estágio, mas também numa solução que não deixasse a população do Seixal de fora», frisou.

Joaquim Santos, vereador do Desporto da Câmara do Seixal, explicou que todas as partes vão sair a ganhar com o acordo.

«O Benfica necessita de ampliar o Centro de Estágio de forma a qualificar o seu trabalho e garantir mais opções de espaços disponíveis. A Câmara necessita de um Estádio Municipal de futebol, para dar resposta às necessidades de clubes e jovens do concelho», defendeu.

O autarca disse que vão ser criados três novos campos junto ao Centro de Estágio, dois que serão propriedade do Benfica, com uma bancada comum de mais de 500 lugares, e um outro campo de futebol que será do município do Seixal.

«O município do Seixal permuta o terreno para construção dos dois terrenos e bancada, que ficam propriedade do Benfica, recebendo o estádio do Bravo requalificado e com um relvado sintético e um outro campo de apoio», explicou.

Dos 35.000 metros quadrados do terreno está estimado que o Benfica fique com cerca de 25.000, juntando mais dois campos aos cinco já existentes no Centro de Estágio.

Segundo o documento assinado hoje entre as partes, o estádio do Bravo foi adquirido pelo Benfica por um valor de 531.000 euros, estando ainda previsto que as obras de requalificação custem mais de 760.000 euros.

O município vai receber ainda um novo campo de futebol com as infraestruturas de apoio, que tem um custo estimado de 960.000 euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.