O Estádio da Luz vestiu-se a rigor para receber um dos clássicos do futebol português. De um lado um Benfica galvanizado pela liderança, do outro, um agonizante Belenenses em último lugar da tabela em busca de preciosos pontos.

A equipa do Restelo até entrou melhor na partida, efectuando o primeiro remate no jogo. O Benfica, em ritmo baixo de jogo, reagiu e logo na primeira oportunidade de golo marcou por intermédio de Cardozo. Aos 10 minutos, Ramires trabalha bem na ala direita e oferece o golo ao paraguaio que aumenta assim a sua conta pessoal para 17 golos.

Até ao intervalo assistiu-se a um jogo sem interesse com muita luta e poucas oportunidades de golo. Destaque para Fábio Coentrão que em cima do intervalo remata ao lado do poste da baliza defendida por Bruno Vale.

Na segunda parte o Belenenses entrou mais determinado a pressionar o Benfica, criando lances de perigo junto à baliza de Quim, que durante a primeira parte não teve muito trabalho. A equipa do Restelo queria chegar ao empate, mas a defesa encarnada ia conseguindo por termo às investidas dos homens de António Conceição.

O lance do jogo aconteceu aos 77 minutos, com a expulsão de Bruno Vale, que defendeu a bola com a mão fora da grande área. A jogar com menos um, o Belenenses, que até então procurava mais o golo que o Benfica, teve que estancar os ataques encarnados, limitando-se a defender.

Até ao fim do jogo, o Benfica empurrou a equipa do Restelo para a sua grande área, mas não conseguiu concretizar as lances em golo.

Com este resultado o SL Benfica isola-se no topo da tabela classificativa com mais quatro pontos que Sporting Braga, que tem menos dois jogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.