O Boavista venceu hoje o Tondela por 4-2, no desempate por grandes penalidades, após 90 minutos sem golos, e garantiu a presença na final do Torneio Hélder Marçal em futebol, na qual vai defrontar o Recreio de Águeda.

Num embate em dois conjuntos da I Liga, o Tondela foi mais perigoso na primeira parte, com Heliardo, aos 31 minutos e Tyler Boyd, aos 43, a terem as melhores oportunidades para marcar, mas Wagner evitou nas duas ocasiões o golo.

Na segunda metade, respondeu o Boavista, a jogar mais tempo no meio campo do Tondela, e a ter a melhor ocasião para marcar, aos 83 minutos, quando Renato Santos proporcionou defesa difícil a Cláudio Ramos.

O jogo terminou empatado sem golos no final dos 90 minutos, com necessidade de se recorrer ao desempate por penáltis, com os ‘axadrezados’ mais eficazes, a vencerem por 4-2.

Giovanaz, guarda-redes boavisteiros, defendeu os remates de Ricardo Costa e David Bruno, enquanto Renato Santos, Samu, Sparagna e Rochinha não falharam por parte do Boavista.

No primeiro encontro, o anfitrião Recreio de Águeda, do Campeonato de Portugal, bateu o FC Porto B, da II Liga, por 1-0, graças a um golo de Chocolate, aos 51 minutos.

O torneio termina no sábado, primeiro com o jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares, às 16:00, entre FC Porto B e Tondela, seguido da final entre marcada para as 18:30, entre o Recreio de Águeda e o Boavista.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.