As bolas de golfe arremessadas em direcção ao guarda-redes benfiquista Roberto durante o “clássico” da 10.ª jornada da Liga de futebol, custaram ao FC Porto 2500 euros, na sequência da multa imposta hoje pela Comissão Disciplinar.

O comportamento incorrecto do público, situação em que o FC Porto foi considerado reincidente, custou 1400 euros aos “dragões” e ausência da bandeira do Benfica no Estádio do Dragão aumentou a penalização em mais 300.

O Benfica também foi multado em 850 euros por comportamento incorrecto dos seus adeptos e o presidente “encarnado”, Luís Filipe Viera, foi punido com multa no valor de 250 euros por ter frequentado zonas do recinto para as quais não estava autorizado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.