O médio Rúben Micael considerou hoje que o Sporting de Braga pode ainda lutar pelo título da I Liga de futebol e elegeu o seu conterrâneo madeirense Cristiano Ronaldo como o melhor jogador do mundo.

Responsáveis do Benfica e FC Porto, duo que lidera o campeonato com nove pontos de vantagem sobre os "arsenalistas", não excluem o Braga da disputa pelo título e Rúben Micael, apesar de considerar que a distância é considerável, concorda com a análise dos adversários.

«Acho que sim, que ainda é possível [lutar pelo título]. Temos agora uma série de jogos que nos podem voltar a aproximar. Os dois que estão na frente vão encontrar-se e esperamos que possam perder pontos e nós não», disse à margem de mais uma visita de uma deleção do clube a uma escola do concelho (A Bogalha).

O internacional português diz que a equipa sabe que «nove pontos são muitos pontos» e que «Porto e Benfica são muito fortes», mas notou que «falta ainda muito campeonato» e o Braga vai «tentar ganhar jogo a jogo para se aproximar o mais rápido possível dessas duas equipas».

O jogador, de 26 anos, recupera de um traumatismo no joelho direito e disse não se sentir ainda a «100 por cento», pelo que dificilmente será opção para a receção ao Estoril-Praia, domingo, da 12.ª jornada do campeonato.

Deixou elogios à vitória e exibição dos minhotos em Coimbra (4-1 sobre a Académica), na segunda-feira, mas defendeu que «a equipa tem estado bem em todos os jogos».

«Desta vez conseguimos pôr a bola dentro da baliza, mas acho que o Braga tem feito grandes jogos», reforçou.

Sobre a precoce eliminação da Liga dos Campeões, Rúben Micael considerou que o Braga esteve menos bem diante do Cluj, a «equipa que toda a gente pensava que seria a mais fraca», mas defendeu que a equipa «pode tirar boas ilações» da má campanha efetuada.

«No próximo ano certamente que o Braga vai estar na Liga dos Campeões e vai aprender com os erros», disse.
Instado a escolher o melhor jogador do mundo, eleição que terá lugar a 7 de janeiro de 2013, o madeirense apontou o seu conterrâneo Cristiano Ronaldo.

«Sem dúvida. Porquê? Porque é o jogador mais completo, não há um jogador que faça golos com o pé direito, com o esquerdo, de cabeça, de livres, tudo o que é possível o Cristiano marca e consegue ajudar o Real Madrid. É o jogador mais completo e o melhor jogador do mundo, não é por ser meu amigo, é porque é a realidade», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.