Os vice-campeões nacionais entraram fortes e decididos a manter o ímpeto da época anterior enquanto o Portimonense resistiu como pôde, mas sempre de olho na baliza bracarense, esta noite defendida por Felipe, com contra-ataques rápidos e atrevidos.

A primeira parte foi dominada pelos homens orientados por Domingos Paciência e, ao minuto 16, Matheus, com um remate forte deixou o primeiro aviso ao guardião Pedro Silva, com a bola a sair ligeiramente por cima da baliza.

O mesmo Matheus não falhou 12 minutos depois. Alan cobrou um livre da direita para o segundo poste e o avançado brasileiro desviou, de cabeça, para o fundo das redes da baliza algarvia. Primeiro golo da nova época de futebol.

Do lado da equipa algarvia, nota para a conversão de um livre directo apontado por Helder Pelembe, pondo à prova as capacidades do novo guardião bracarense Felipe.

Mas o verdadeiro teste para o brasileiro chegou ao minuto 39. Na sequência de um pontapé de canto cobrado por Ivanildo e desvio de cabeça de Jumisse, Felipe voou e evitou o golo do empate.

Em vantagem, o Braga não tirou o pé do acelerador e Paulo César marcou o segundo ao minuto 44. O brasileiro, fora da área, assistido por Lima, rematou rasteiro e com força e a bola acabou por entrar. Pedro Silva bem se esticou mas não foi suficiente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.