O treinador do Benfica considerou hoje que o Sporting de Braga é a quarta equipa mais forte do campeonato, antevendo, por isso mesmo, um jogo difícil no domingo, na 25.ª jornada da I Liga de futebol.

Numa antevisão do jogo de domingo apenas para o canal do clube “encarnado”, a Benfica TV, Jorge Jesus minimizou as lesões e castigos no Sporting de Braga, que afastam da partida pelo menos nove jogadores, casos de Nuno André Coelho, Kadu, Baiano, Sasso, Custódio, Rafa, Alan, Éder, todos lesionados, e Joãozinho, castigado.

“O Braga, ao longo destes últimos sete, oito ou nove anos, conquistou um direito próprio no nosso calendário desportivo. O Braga, neste momento, é a quarta equipa mais forte do campeonato - quem é o quarto (na tabela) é o Estoril -, mas é uma equipa com uma estrutura muito forte, portanto está habituada a todas estas indefinições. Normalmente, tem muita quantidade e muita qualidade no plantel e este ano é a mesma coisa", disse Jesus.

O treinador "encarnado" sublinhou que a deslocação a Braga "é um jogo que normalmente é difícil", admitindo que o Benfica não vai "encontrar facilidades".

Por outro lado, a seis jornadas do fim do campeonato (e com uma vantagem de sete pontos para o Sporting, segundo classificado), cada jogo ganha uma importância adicional, mas Jesus também desvaloriza.

"Os jogos mais importantes da temporada - como é normal quando estamos perto do final de uma competição – são os jogos finais, porque são esses que poderão definir a posição e a classificação das equipas", disse Jorge Jesus, salientando que "o Benfica vai jogar jogo a jogo, como tem feito neste campeonato todo”.

Faltando seis jogos, garantiu, "cada jogo (...) é uma final".

O que Jorge Jesus rejeitou é que tenha passado uma mensagem diferente aos jogadores, por causa da importância do embate de domingo.

"(Passei) a mesma de sempre: sermos iguais a nós mesmos, sermos respeitadores em relação a qualquer adversário, humildes mas não fugindo de uma ambição, de uma ideia que é a que habitualmente o Benfica põe nos seus jogos, tentando nunca perder a identidade", disse o técnico.

A mensagem passada ao longo da semana "foi exatamente a que foi passada para o jogo com a Académica".

"Não passamos mensagens diferentes em nome dos adversários", garantiu Jorge Jesus, que vem de uma derrota com o FC Porto na quarta-feira, a contar para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. A partida no Dragão, aliás, foi a primeira derrota dos “encarnados” em 27 partidas, para todas as competições.

O Sporting de Braga, sexto classificado, recebe o líder Benfica às 17:00 de domingo, no Estádio Axa, numa partida arbitrada pelo lisboeta Pedro Proença.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.