A equipa orientada por Domingos Paciência foi a campeã dos confrontos entre grandes. Com um total de 12 pontos amealhados, os “guerreiros do Minho”não deram qualquer hipótese aos três grandes no seu reduto: Benfica, Porto e Sporting saíram derrotados da Pedreira.

Fora de casa o saldo não foi tão positivo, mas ainda assim destaca-se a vitória em Alvalade, logo no início do campeonato. Como pior confronto, fica a goleada no Estádio do Dragão, por 5 a 1.

O campeão nacional Benfica ficou em segundo no confronto entre candidatos directos. No total, a equipa de Jorge Jesus somou 10 pontos nestes confrontos e, tal como o Braga, não concedeu veleidades a jogar em casa. Contudo, longe do Estádio da Luz, o melhor que os encarnados alcançaram foi um empate sem golos em Alvalade.

Neste mini campeonato seguiu-se o FC Porto, com 9 pontos amealhados. Também os azuis e brancos tiveram um saldo 100% vitorioso em casa, mas fora o fracasso foi também total, com destaque para a derrota por 3-0 em Alvalade, quando os dragões ainda ambicionavam entrar nas contas do título.

Por fim, o Sporting, numa das piores épocas de sempre do clube, não conseguiu melhor do que amealhar 4 pontos no total destes confrontos directos, com o já referido empate com o rival Benfica e a vitória contundente sobre o FC Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.