No dia em que a Comissão Arbitral Paritária se vai pronunciar em relação ao caso Bruma, o advogado do atleta de 18 anos deixou a garantia de que Alvalade não está na rota do internacional luso-guineense.

«Independentemente da decisão da CAP [Comissão Arbitral Paritária, que deverá ser conhecida hoje], o Bruma não regressa ao Sporting», afirmou Bebiano Gomes em declarações à RTP.

O representante de Bruma relembrou ainda o acordo verbal que tinha com Godinho Lopes para a renovação de Bruma, e que o atual presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, recusou-se a assinar o vínculo.

Bebiano Gomes revelou que tinha um acordo verbal com Godinho Lopes para a renovação do contrato de Bruma, mas o atual presidente Bruno de Carvalho não assinou esse vínculo.

«Tínhamos um acordo com o diretor-geral de Godinho Lopes para renovar o contrato até 2017, mas o atual presidente do Sporting disse que não houve vontade das pessoas para se reunirem com ele», atirou.

Em relação à hipotética indemnização que Bruma terá de pagar ao Sporting pelo ano de contrato em falta, caso a CAP dê razão ao clube de Alvalade, Bebiano Gomes garante que a verba é de 65 mil euros, a quantia referente ao último ano de contrato do extremo de 18 anos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.