Bruno Carvalho entrou por uma porta lateral do Pavilhão, rodeado de seguranças e afirmou que «não é um bom dia para o Benfica». O «clima é difícil para mim e para os meus apoiantes. Tenho pena porque o Benfica era um clube democrático».

Bruno Carvalho referiu ainda que teve se deslocar acompanhado de seguranças devido a ameaças que recebeu. O candidato da lista B atribui esta falta de insegurança "às declarações de Manuel Vilarinho e Luis Filipe Vieira".

"Há pessoas que queriam vir votar em mim mas não vêm porque não estão para vir para aqui ouvir insultos", disse Bruno Carvalho depois de ter votado.

No exterior a fila mantém-se com uma média de mil votantes por hora. Até às 12h49 votaram 3.809 sócios em Portugal Continental. As opiniões dos sócios do Benfica vão todas no sentido de um apoio a Luis Filipe Vieira apesar de haver algumas dúvidas sobre o facto das eleições terem sido antecipadas. De todos os sócios entrevistados pelo SAPO, não houve uma única manifestação de apoio ao candidato Bruno Carbvalho.

Antes do candidato à presidência do Benfica ter ido votar, vários seguranças entraram no Pavilhão. Alguns dirigiram-se à mesa da assembleia de voto, onde está Manuel Vilarinho. Outros ficaram distribuídos pela sala.

As urnas abriram às 10h00 tendo Manuel Vilarinho realizado o seu acto eleitoral ao 12h05.

Luis Filipe Vieira deverá votar próximo das 13h00.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.