O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, exigiu uma reação forte aos jogadores leoninos na véspera do jogo com o Belenenses e terá mesmo ameaçado os atletas do plantel profissional de futebol com cortes salariais e saídas em janeiro.

Segundo escreve este sábado o jornal Correio da Manhã, Bruno de Carvalho reuniu-se com o plantel do Sporting na passada quarta-feira no auditório da Academia de Alcochete para exigir uma forte reações dos jogadores frente ao Belenenses após as derrotas com Benfica e SC Braga.

De acordo com a informação veiculada pelo referido diário, o presidente do Sporting terá mesmo ameaçado os jogadores em 'cortar salários e baixar ordenados'. Bruno de Carvalho fez ainda outras ameaças ao deixar avisos aos jogadores que pensem em sair no mercado de janeiro que a porta lhes será fechada, e que em sentido contrário, os jogadores que pensam estar seguros podem sair.

Num tom energético, Bruno de Carvalho deixou ainda ameaças aos jogadores em relação à sua possível saída da presidência. "Levantei este clube e até posso não me candidatar. Mas, se isso vier a acontecer, quer ver onde depois vão vocês buscar o vosso dinheiro", terá dito Bruno de Carvalho aos jogadores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.