Bruno de Carvalho já reagiu à decisão da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, que rejeitou a candidatura do ex-presidente dos 'leões' às eleições de 8 de setembro.

Em declarações à Sport TV, o antigo líder do Sporting não poupou críticas a Jaime Marta Soares e mantém "crença total" de que irá a votos.

"Jaime Marta Soares, para além de ser conotado como o emplastro de Portugal, é um violador de tudo aquilo que são são regras e leis da democracia deste país. Não sabia que também era um idiota, no sentido de ser um homem cheio de ideias. Os portugueses já não têm paciência para ele. A nossa candidatura não está nada rejeitada, isto é mais uma golpada desse senhor que não é nada no Sporting. Que ninguém desmobilize, porque esta candidatura está para ficar e vencer no dia 8 de setembro", começou por dizer Bruno de Carvalho, citado pelo jornal Record.

"Mantenho a crença total que estarei nas eleições. Não vivi a PIDE, mas de certeza que não foi pior que Marta Soares, Henrique Monteiro, João Duque ou Rita Garcia Pereira. São tudo pessoas que vão ter de pagar pelo que andam a fazer", acrescentou.

"O que pode acontecer é que, perante estes atropelos, as eleições tenham de ser ligeiramente atrasadas. Esperemos que não cheguemos a um ponto de impugnação, porque nunca foi essa a nossa intenção. A lei já obrigou esses senhores a recuar três vezes. Vão ter de ser obrigados a recuar muitas mais vezes", rematou.

O órgão liderado por Jaime Marta Soares terá rejeitado a lista do antigo presidente dos 'leões' por considerar que a mesma não cumpre os princípios definidos pelos estatutos do clube.

Recorde-se que Bruno de Carvalho foi suspenso por um ano da condição de sócio pela Comissão de Fiscalização. Marta Soares aceitou a candidatura do ex-presidente depois de uma providência cautelar emitida pelos tribunais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.