Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, abordou em declarações citadas no jornal do Sporting as declarações de Rui Gomes da Silva sobre a nomeação do árbitro Hugo Miguel para o Benfica-Nacional. Rui Gomes da Silva disse presumir que o árbitro Hugo Miguel "terá um prémio se o Sporting for campeão", declarações que Bruno de Carvalho entende serem merecedoras de um sumaríssimo.

"Não fui eu que falei no Hugo Miguel nem fiz saírem notas de árbitros durante a época. E a verdade é que as coisas foram batendo certo. Já percebemos que os rumores da arbitragem batem certo e o estado de excitação que vi para que o árbitro Hugo Miguel não apitasse no Benfica-Nacional faz-me perceber que seria essa a opção que estava a ser equacionada. Quando se chega a um ponto de termos o Rui Gomes da Silva a dizer 'presumo que o Hugo Miguel tenha um prémio se o Sporting for campeão', acho que se levei uma série de processos, isto devia dar lugar a um sumaríssimo. É demasiado baixo para se dizer e, depois do vice-presidente do Benfica ter esta saída, o Hugo Miguel vai apitar o Sp. Braga-Sporting. Acho que o Hugo Miguel e o Nuno Almeida, que vai apitar o Benfica-Nacional, vão querer fazer grandes jogos. Acho que quem tem este género de declarações devia ser penalizado e não penalizar quem diz a verdade", atirou o líder do clube leonino.

"Portugal não se pode dar ao luxo de ver uma época a ser decidida por erros grosseiros na última jornada (...). A mim ninguém ouviu falar de abitragem; é o Benfica que vem pressionar e falar nesta última semana. Não tenho absolutamente problema nenhum com a nomeação do Hugo Miguel para este jogo ou qualquer outro e não vejo ninguém reagir com veemência a estas declarações que foram proferidas, de um baixo nível total", prosseguiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.