Bruno Fernandes abordou o caso das imagens que foram divulgadas após a partida do Sporting no Bessa, em entrevista ao jornal 'Record'.

O capitão 'leonino' afirma que ficou magoado com o Boavista devido à divulgação das imagens do circuito interno de vídeo.

" Fiquei magoado, obviamente. (...) O Boavista sabia que tinha sido eu a partir a porta e disse que não se iria escrever nada no relatório, porque não faria sentido, era um momento normal, do calor do jogo. Foi essa a mensagem que passaram. E depois as imagens saem cá para fora. As pessoas com quem eu falei do Boavista dizem que não foram elas, que não foi o Boavista, porque quem tem acesso é a [empresa de] CCTV", afirmou.

Bruno Fernandes revelou ainda incompreensão pelo facto da Liga nada ter feito sobre esse episódio.

" O que mais me magoa é a Liga. As imagens saem quando não podem sair, porque isso não é permitido [por lei], e a Liga nada faz. Muitas vezes fala-se de corrupção e de várias coisas no futebol português… Eu acho que é nestes momentos que a Liga tem de agir. (...) Os únicos que falaram foram o Sporting e o Sindicato dos Jogadores. A Liga deveria ter feito algo. Porque isto não é mau só para mim, é mau para o futebol português. É sinal de que algo não está certo. E a Liga tinha de tomar uma decisão naquele momento", afirmou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.