Antes da partida com o Paços de Ferreira, o Benfica recebeu o troféu depois da conquista da Internacional Champions Cup.

Bruno Lage destacou a experiência, numa participação que trouxe prestígio ao conjunto encarnado.

"Foi uma experiência riquíssima, pudemos treinar durante duas semanas a nível altíssimo e jogar contra equipas muito competitivas, que nos serviu para preparar da melhor forma o jogo da Supertaça, disse Bruno Lage, em declarações prestadas à BTV.

Nível do ICC

"Foi a primeira vez que eu participei mas senti que foram três jogos de alto nível, competitivos. Principalmente o último com o AC Milan que nos criou várias dificuldades, sobretudo pela exigência que o jogo em si teve e porque jogam num sistema diferente que nós ainda não tínhamos defrontado. Naquilo que foram os nossos jogos houve competitividade e naquilo que tive oportunidade de ver, as equipas aproveitaram para preparar da melhor maneira o início da época. Viu-se um nível competitivo muito alto para a fase em questão."

O técnico encarnado destacou ainda que a competição permitiu ao Benfica aproximar-se do nível da época anterior.

"É um facto que está inerente enquanto equipa e clube. Entendemos e percebemos claramente a dimensão do clube que é o Benfica, que tem uma dimensão mundial. Por isso entramos em campo sempre com essa vontade. Tendo em conta os outros clubes que entraram [na prova], sermos nós a vencer o troféu é um motivo de orgulho mas aquilo que nos orienta e tem de nos guiar é a nossa qualidade no trabalho. Isso conseguimos, de alguma forma, imediata em duas ou três semanas, aproximarmos-nos da imagem que deixámos a época passada. Foi fundamental por isso. Foi importante ter vencido a ICC mas o mais importante foi o nível de rendimento aproximado ao que deixámos na época anterior."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.