O Benfica regressa aos relvados esta quinta-feira (19h15), com a receção ao Tondela, no Estádio da Luz. Na antevisão à partida, Bruno Lage foi questionado sobre o voto de confiança que lhe foi dado por Luís Filipe Vieira na recente entrevista à BTV, e pela renovação de Jorge Jesus pelo Flamengo.

"O que tem uma coisa a ver com outra? Já diziam que o Jesus vinha substituir o Rui Vitória. Aconteceu? Não aconteceu. O que me deixa tranquilo é ter reconhecimento das pessoas que trabalham diariamente comigo: jogadores, presidente e diretores. Depois, quem vier a seguir, já não vai ser preocupação minha. Tanto pode ser o Jorge Jesus como outro a vir para este lugar, que é uma posição fantástica e de enorme orgulho. E digo isto com todo o respeito porque ele fez um trabalho fantástico, reconheço-lhe competência pela forma como a equipa jogava. Teve continuidade e em seis anos conquistou três campeonatos", disse Bruno Lage em conferência de imprensa.

"Vou contar uma pequena história para perceber que a relação que o presidente tem com Jorge Jesus tem também com outras pessoas. Depois de oito anos na formação do Benfica, senti que precisava de outro desafio para evoluir. Falei com o presidente e expliquei-lhe o que sentia. 'Presidente veja-me como um jogador'. Expliquei que podia evoluir e mais tarde podia regressar a casa. Por isso não acho nada anormal que o presidente tenha esta relação com o mister Jesus, porque tem a mesma comigo depois de eu trabalhar aqui oito anos", acrescentou o técnico benfiquista.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.