O Benfica desloca-se esta segunda-feira a Barcelos, para defrontar o Gil Vicente, depois de uma derrota com o Shakhtar Donetsk para a Liga Europa, e de dois 'desaires' com SC Braga e FC Porto para o campeonato, que permitiram a aproximação do FC Porto ao primeiro lugar.

Na antevisão à partida, Bruno Lage frisou a importância de "não olhar para trás" e de "não ter medo de ganhar".

"Queremos que chegue o próximo jogo rapidamente. Os jogadores querem ter o próximo jogo o mais rápido possível, querem jogar, é disso que precisam. Fisicamente tivemos uma boa recuperação", começou por dizer o técnico dos 'encarnados', em conferência de imprensa.

"Diga-me um campeão com 7 pontos de avanço na 1.ª volta e com isso tinha algo garantido... Não podemos é ter medo de ganhar. Não temos de estar apreensivos com nada. Temos de estar de olho nas nossas conquistas. Tem de partir de nós para os nossos adeptos. Não tenho medo nenhum de perder, posso é ter medo de ganhar. Temos de pensar essa mensagem para vós. Não podemos trazer nada de trás. Temos de fazer o nosso melhor jogo. Quem entra num jogo com o medo de perder, vai perder. A nossa maior virtude é irmos para jogo e não olhar para trás", acrescentou o técnico.

Bruno Lage deixou ainda elogios a Vítor Oliveira, treinador do Gil Vicente: "Ontem tive a oportunidade de ouvir dois minutos da conferência do mister Vítor Oliveira e são dois minutos fantásticos. Ele define-se como homem e treinador. Foi com muita pena minha que não houve um grande destaque dessas palavras. O Gil reconstruiu uma equipa e, desde a primeira jornada, tem feito um percurso muito bom. É uma equipa muito forte em transições, muito forte em ataque organizado e a atacar a profundidade."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.