Bruno Lage vai exigir mais de Julian Weigl no retomar da competição. O médio internacional alemão, contratado em janeiro ao Borussia Dortmund, ainda não convenceu verdadeiramente os adeptos, mas o jogador tem vindo a trabalhar em vários sentidos para que tal se altere neste retomar da competição.

Com o interregno competitivo ditado pela pandemia da COVID-19, Bruno Lage aproveitou para trabalhar Weigl de forma a que este venha a assumir a batuta de jogo da equipa no que toca às transições ofensivas, considerando que o centrocampista tem todas as condições necessárias para ser ele a ditar o ritmo do jogo da equipa, não só pela sua reconhecida capacidade de passe, mas pela leitura de jogo que este demonstra na saída para o ataque.

Desta forma, Lage espera conseguir libertar mais o jogador de forma a que este possa demonstrar todo o seu talento em campo. E, segundo escreve o jornal 'Record' na sua edição deste domingo, tal poderá ser facilitado pelo melhor entendimento da língua portuguesa que Weigl agora terá, graças às três aulas semanais de português que tem tido desde a chegada ao nosso país.

Assim, podendo comunicar melhor com os colegas, Weigl ficará mais solto, o que lhe ajudará a melhorar o seu desempenho individual e, naturalmente, contribuirá para um melhor desempenho coletivo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.