O futebolista do Vitória de Guimarães Cafú disse hoje que os vimaranenses têm de vencer, no sábado, a Académica, em jogo da oitava jornada da I Liga de futebol, para inverter o 'ciclo negativo' que atravessam.

A formação vitoriana, 15.ª classificada com seis pontos, somou quatro derrotas desde que Sérgio Conceição substituiu Armando Evangelista como técnico, tendo sido, pelo caminho, eliminada da Taça da Liga e da Taça de Portugal, mas o médio, de 22 anos, mostrou-se esperançado em que a equipa dê a volta à situação no próximo jogo.

"É sempre obrigatório ganhar neste clube, ainda para mais numa sequência de resultados negativos. Creio que isso vai mudar já no sábado contra a Académica", antecipou.

O jogador vimaranense assumiu que "não foi nada fácil" ficar, numa semana, de fora da Taça da Liga e da Taça de Portugal, após as derrotas com o Rio Ave, por 3-2, e com o Penafiel, por 2-0, tendo admitido que, animicamente, "o grupo foi um bocado abaixo", apesar de estar agora focado em mudar o rumo.

A Académica, última classificada, já alcançou, com a entrada do técnico Filipe Gouveia, duas vitórias consecutivas, depois de ter perdido os primeiros sete jogos oficiais da época, e Cafú disse que está à espera de uma 'briosa' a criar dificuldades aos vitorianos no jogo de sábado.

"Todos os jogos são difíceis. A Académica tem jogadores com qualidade. Esperamos uma equipa que venha jogar com um bloco um pouco mais baixo, mas moralizada, após dois triunfos seguidos. Com a mudança de treinador, acho que estão a jogar melhor", vincou o futebolista.

O Vitória, além das quatro derrotas, sofreu 11 golos e marcou apenas três desde que Sérgio Conceição está no comando. O médio reconheceu o registo negativo, apesar de ter lamentado a falta de sorte em três desses quatro jogos, e garantiu que a equipa está a trabalhar bem.

"Sei que somos avaliados externamente e o que passa para fora é o que somos no jogo, mas temos assimilado muito bem as ideias do 'mister'. Mesmo ele merece uma vitória para moralmente estar bem", afirmou.

Cafú interpretou as palavras de Sérgio Conceição, após a partida de Penafiel, em que disse que o seu lugar estava à disposição, como "normais", porque tem sempre de "dar a cara nos momentos difíceis", e defendeu é a "pessoa certa" para dar a volta à 'crise' que o clube atravessa.

A equipa vitoriana, depois de ter jogado pela última vez em casa a 27 de setembro, em jogo com o 'rival' Sporting de Braga, regressa, no sábado, ao relvado do estádio D. Afonso Henriques, e o jogador disse acreditar que os adeptos vão marcar presença para ajudar a equipa a vencer.

"Numa altura difícil como esta, Deus queira que contemos com o apoio deles. É nestas alturas que vemos os adeptos que temos. Certamente vamos contar com o apoio deles, e o triunfo será mais fácil", vaticinou.

O Vitória de Guimarães, 15.º classificado com seis pontos, recebe, pelas 20:45 de sábado, a Académica, 18.º com três, em jogo da oitava jornada da I Liga, que será dirigido por Manuel Oliveira, do Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.