O capitão da Naval 1.º de Maio disse hoje que a vitória sobre o Rio Ave, na 27.ª jornada da Liga de futebol, é o único resultado que interessa à equipa equipa na luta pela manutenção.

«Não vou assumir favoritismo, até porque penso que nesta altura falar disso é relativo», sublinhou Carlitos, acrescentando que a equipa vai tentar manter a sua filosofia de jogo e abordar a partida com «grande nível de ambição».

O defesa lateral da Naval garantiu existir no grupo «uma grande unidade e espírito colectivo» e a crença de que a equipa poderá «sair por cima».

Quanto ao jogo com os vila-condeneses, concordou que «será extremamente difícil», realçando: «O Rio Ave, para além de excelente equipa, está fortemente motivado pela boa carreira que tem vindo a fazer, mas temos consciência do que queremos e é por essa vontade que vamos lutar».

Carlitos, que representa a Naval desde 2002/2003, é o jogador mais antigo do plantel, num clube onde tem vivido emoções diversas.

«Já não é a primeira vez que passamos por uma situação como esta. Querer e ambição nunca faltaram, acredito que desta vez não será diferente e conquistaremos os nossos objectivos», sublinhou.

Rio Ave, sétimo com 33 pontos, e Naval, 15.ª com 23, defrontam-se pelas 16h00 de domingo em Vila do Conde, partida que será dirigida por Carlos Xistra, de Castelo Branco.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.