“Gostaria de destacar o jogo, seis golos é aquilo que as pessoas gostam. Era injusto perder este jogo, o empate acaba por saber a pouco. Não quero retirar valor ao Vitória, mas tenho de dar os parabéns aos meus jogadores – tive uma contrariedade com o Ricardo Chaves, mas acabámos com cinco ou seis avançados. Custou-me aceitar o terceiro golo do Vitória”, disse Carlos Brito à SportTV.

E continuou: “Agora poderia ter pontos para uma posição mais tranquila, temos de andar a lutar de baixo para cima. Ainda só ganhámos um jogo, mas marcámos 3 golos fora, tivemos qualidade. É importante para o nosso futuro”, frisou.

Carlos Brito congratulou João Tomás, marcador de dois dos três golos vila-condenses: “O João Tomás é um ponta de lança muito activo, só posso estar satisfeito com ele. Não olha ao BI, sente-se bem no Rio ave, gostamos de o ter connosco e espero que esteja cá muito tempo”.

O Vitória de Setúbal e o Rio Ave empataram hoje 3-3, num espectacular encontro de abertura da 10.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.