O treinador do Rio Ave, Carlos Brito, afirmou esta sexta-feira que a sua equipa quer garantir «o mais rápido possível» a manutenção, esperando uma vitória frente ao Paços de Ferreira, na jornada 29 da Liga portuguesa de futebol.

«Sinto uma equipa que quer resolver a manutenção o mais rapidamente possível. Gostávamos de o ter feito há mais tempo. Se vencermos é um excelente resultado, pois deixamos de ficar dependentes de terceiros», disse o técnico, na antevisão da partida de sábado.

Carlos Brito quer apresentar «uma equipa concentrada e com noção de que não pode esperar por fatores que a rodeiam», deixando, no entanto, alguns elogios ao adversário.

«O Paços de Ferreira é uma equipa complicada que melhorou com a entrada de Henrique Calisto. É uma formação muito competitiva e com individualidades acima da média, que funcionam em equipa», analisou.

O treinador dos vila-condenses apreciou a atitude dos seus pupilos na última jornada campeonato, no empate frente ao Benfica (2-2), mas não quer que a equipa viva do passado.

«Temos sido competentes e se os pontos valessem em proporção ao que temos produzido, certamente estaríamos numa posição mais cimeira. Mais importante do que fizemos é aquilo que vamos fazer, pois a última imagem é a que fica», afirmou.

Sobre as questões extradesportivas, com a indefinição sobre o futuro competitivo da União de Leiria, e a forma como a formação do Lis se vai apresentar nas últimas jornadas, podendo baralhar as contas da manutenção, Carlos Brito foi perentório.

«O nosso único pensamento, procurando abstrair-nos deste imbróglio, desprestigiante para todos nós, é confirmar a permanência o mais rapidamente possível», concluiu.

O Rio Ave, 13.º classificado com 27 pontos, desloca-se este sábado ao reduto do Paços de Ferreira, 12.º com 29, numa partida agendada para as 20h30.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.