Os dois jogadores são, no presente, os únicos ainda no activo que representaram os dois emblemas rivais de Lisboa. Caneira esteve no Benfica e agora actua em Alvalade. Carlos Martins esteve no Sporting e agora representa as águias.

O médio chegou ao Benfica na época transacta, depois de uma temporada a actuar nos espanhóis do Recreativo de Huelva.
Por três milhões de euros, o Benfica resgatou Carlos Martins para o futebol português, que defrontou, com as cores leoninas, o clube da Luz em 2000/01 (que o Sporting venceu por 3-0).

Na época passada, o médio foi convocado por Quique Flores, mas não saiu do banco. Caso entre em campo, será a primeira vez que Carlos Martins defronta, no estádio de Alvalade, a equipa que o lançou no mundo do futebol.

Marco Caneira também foi resgatado para o futebol nacional quando estava ao serviço do Valência, na época 2006/07. No ano seguinte, o clube espanhol chamou Caneira de volta ao plantel.

O Sporting acabou por conseguir ir buscá-lo definitivamente e Caneira assinou um contrato de quatro épocas, sendo esta a sua segunda temporada de leão ao peito.

O polivalente jogador actuou no Benfica apenas uma época (2001/02), o suficiente para dar nas vistas e ser um dos eleitos de António Oliveira para o Mundial 2002 da Coreia-Japão. No final da temporada, o Benfica acabou por desistir do seu concurso e Caneira rumou até ao Bordéus de França.

Desde o início desta temporada, ambos tem sofrido a angústia das lesões: Caneira regressou aos relvados contra os Pescadores da Costa de Caparica, no último sábado. Carlos Martins treina condicionado e ainda não há certezas quanto à sua inclusão na lista de convocados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.