"Aconteceu-me tudo. Fiquei feliz por ter regressado, por voltar a poder competir e ajudar os companheiros. Ganhámos, era o mais importante. Continuamos a ter dinâmica com este grupo, em busca do objectivo, que é sagrarmo-nos campeões", afirmou o jogador português em entrevista à Benfica TV.

Apesar disso, o seu regresso ficou marcado por uma nova lesão: "Senti uma dor muito forte nas costas, tive um estiramento e saí. Mas conquistámos os três pontos em Paços de Ferreira, um campo muito complicado para qualquer adversário".

Os jogos no estádio da Luz têm sido marcados por grandes assistências. A verdade é que a presença de muito público nas bancadas motiva por um lado os jogadores, mas por outro também os pressiona. Nada de que Carlos Martis tenha medo: "Qualquer jogador gosta da pressão de ter um estádio cheio, com 50 ou 60 mil pessoas e ter de ganhar. Gostamos de ver os adeptos encher as bancadas, dá muito mais motivação para vencer".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.