Carlos Queiroz, ex-seleccionador nacional e actual seleccionador do Irão, já disse que não está nos seus planos voltar a Portugal, nem que Pinto da Costa o pedisse.

«Não pretendo voltar a Portugal. A primeira audiência no Tribunal de Trabalho, a propósito do meu despedimento da Federação, vai ser apenas em Setembro de 2012, é só mais um episódio humorístico do nosso país... Por isso, enquanto não estiver tudo resolvido não vou fazer nada para Portugal. Nem Pinto da Costa era capaz de me demover», explicou Queiroz, em declarações ao Expresso.

Carlos Queiroz encontra-se, neste momento, em estágio com a selecção olímpica do país iraniano mas pretende viajar em breve para Portugal, apenas para resolver um assunto com Gilberto Madail.

«Vou fazer tudo para falar olhos nos olhos com Gilberto Madaíl, porque mantenho a confiança nele. Mas seja na Federação, em casa dele, em Aveiro ou na Suíça, vou falar com ele porque quero que me explique algumas coisas», atirou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.