O médio Filipe Melo considerou esta quarta-feira o ingresso no Paços de Ferreira por empréstimo do Sheffield Wednesday, de Inglaterra, como um passo em frente na carreira e afirmou estar confiante no regresso à principal Liga portuguesa de futebol.

Após participar no primeiro treino com os novos colegas e de oficializar o contrato de cedência, válido até ao final da temporada, Filipe Melo, de 27 anos, considerou esta nova etapa como "mais um passo em frente" na sua carreira.

"Venho de uma experiência no estrangeiro que podia ter corrido melhor, mas não entendo que seja um passo atrás. O Paços sempre esteve interessado em mim e apoiou-me, quis verdadeiramente que estivesse cá, estou contente por estar cá, espero dar o meu melhor e contribuir para os objetivos do clube", disse o médio aos jornalistas.

Para trás fica por agora o Sheffield Wednesday, do segundo escalão de Inglaterra, orientado pelo também português Carlos Carvalhal, clube pelo qual realizou sete jogos em pouco mais de duas épocas.

"Quem anda no futebol está sujeito a muita coisa. Infelizmente, tive, por razões físicas, um problema, que já está ultrapassado. Ultimamente já tenho treinado e integrei inclusive algumas convocatórias, só que, também, por opção pessoal de estar aqui, optei por regressar. Acho que esta opção vai ser benéfica para mim e espero estar apto e poder ajudar o clube", sublinhou.

Filipe Melo enfatizou o papel do Paços de Ferreira neste desfecho, admitindo "dever muito" pelo muito que o clube pacense fez para que isso acontecesse, recusando falar sobre a existência de outros possíveis interessados, e disse estar pronto a ajudar.

"Vamos sempre aprendendo, jogando ou não jogando, são experiências novas, vamos evoluindo o nosso tipo de jogo e, sem dúvida, que eu ganhei pontos que, talvez cá, quando saí, não tinha. Em questões físicas, sinto-me bem, sinto-me capaz. Todo o problema que tive está ultrapassado e, como tal, estou a 100 por cento e às ordens do 'mister'", afirmou.

O médio-centro, que antes de rumar a Inglaterra alinhava no Moreirense, prometeu ainda "100 por cento" de empenhamento no Paços, um clube com o qual disse estar em sintonia e a quem perspetivou um futuro risonho.

"Este ano [o Paços] está a fazer um campeonato talvez um pouco abaixo daquilo que se esperava, mas a equipa joga bem, tem bons jogadores, tem bons profissionais. Agora. é aquele pequeno 'clic' de começar a ganhar jogos e subir na tabela. Isso vai acontecer, porque a qualidade está aqui e, como tal, o sucesso está para breve", concluiu.

Com contrato de empréstimo até ao final da temporada, Filipe Melo é o segundo 'reforço' do Paços de Ferreira anunciado nesta reabertura do mercado de transferências, depois do avançado brasileiro Luiz Phellype, ex-Estoril-Praia, mas, nos dois casos, a estreia ficará sempre dependente da saída de jogadores do atual plantel.

Leandro Silva, médio cedido pelo FC Porto, é uma forte possibilidade, mas a sua saída ainda não foi oficializada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.