Iker Casillas, internacional espanhol e guarda-redes do FC Porto, está a ser apontado à presidência da Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

De acordo com o  Javier Gómez Matallanas, adjunto da direção do jornal 'As', que assina um artigo de opinião no 'El Confidential', o organismo está a atravessar uma "tremenda crise institucional", devido à detenção do atual presidente Ángel María Villar, que ficou em prisão preventiva por suspeitas de corrupção, falsificação de documentos, gestão danosa e apropriação de fundos.

É nesse sentido que, refere Matallanas, já estão a ser ponderadas alternativas para o cargo. Rául González, antigo jogador do Real Madrid, e Vicente del Bosque, antigo selecionador espanhol, já foram abordados, mas "há um nome que é falado há já algum tempo” que parece ter maiores probabilidades de assumir o cargo no médio prazo: Iker Casillas.

O jornalista adianta ainda que o atual guarda-redes do FC Porto não será uma opção a curto prazo, “porque ainda está no ativo, mas está a preparar-se uma candidatura forte para as eleições seguintes, assim que a Federação Espanhola esteja "pacificada e limpa".

“Não será fácil e muitas coisas podem acontecer nos próximos três meses, que serão marcados por ansiedade e possíveis surpresas, mas Casillas é uma possibilidade que está a ser proposta”, escreve Matallanas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.