Iker Casillas prepara-se para fazer história no Restelo. O guarda-redes internacional espanhol irá fazer o jogo mil na carreira esta segunda-feira, isso se continuar a merecer a confiança de Sérgio Conceição na baliza do FC Porto.

São números que revelam bem a longevidade do internacional espanhol, numa carreira que começou aos 18 anos, na baliza do Real Madrid: são 999 jogos, distribuídos entre Real Madrid (725), seleção espanhola (167) e FC Porto (107), tudo a nível sénior, sem contar com jogos pelas camadas jovens do Real Madrid e Espanha e ainda pela equipa B dos merengues.

Para se ter uma ideia da magnitude destes números, apenas 20 jogadores atingiram a barreira dos 1000 jogos. Casillas será o 21.º neste lote restrito, dominado por guarda-redes. A lista é encabeçada por Peter Shilton, antigo guarda-redes de Inglaterra. Rogério Ceni e Ray Clemence, também eles guarda-redes, ocupam o 2.º e 3.º posto respetivamente.

Dos jogadores ainda em atividade, só um tem 1000 ou mais jogos: Gianluigi Buffon, guarda-redes italiano, soma 1043 partidas, entre a Juventus, Seleção italiana e Parma.

Aos 36 anos, Iker Casillas está a fazer uma das melhores épocas da carreira. Tem uma das médias de golos sofridos mais baixas entre os que já fizeram, pelo menos, 20 partidas oficiais nos dez países mais cotados do ranking da UEFA. Só Oblak, do Atlético de Madrid, e Ter Stegen, do Barcelona, que ainda se encontram a disputar as competições europeias, têm registos ligeiramente melhores, de acordo com números do jornal OJogo.

Na última época no FC Porto teve uma média de 0,53 golos sofridos por jogo. Mas a sua melhor performance nesse aspeto foi em 2013/14, quando ainda representava o Real Madrid, época em que terminou com 0,50 golos encaixados por partida.

Os 10 jogadores com mais jogos na carreira

1. Peter Shilton (Inglaterra), 1377 encontros oficiais

2. Rogério Ceni (Brasil), 1234

3. Ray Clemence (Inglatera), 1114

4. Roberto Carlos (Brasil), 1102

5. Javier Zanetti (Argentina), 1102

6. Pat Jennings (Irlanda do Norte), 1088

7. Tony Ford (Inglaterra), 1080

8. Djalma Santos (Brasil), 1065

9. Allan Ball Jr, 1045

10. Gianluigi Buffon (Itália), 1043*

*Ainda em atividade

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.