O FC Porto vai apresentar uma reclamação junto do Tribunal Constitucional devido à rejeição por parte do mesmo do recurso dos 'dragões' para afastar o juiz Eduardo Pires do caso dos e-mails, avança o jornal 'O Jogo'.

De acordo com o jornal, o FC Porto sublinha que a reclamação será analisada por mais juízes que o recurso, que terá sido rejeitado apenas por um.

O Tribunal Constitucional (TC) rejeitou o recurso do FC Porto para afastar o juiz desembargador da Relação do Porto Eduardo Pires, a quem foi distribuído o processo cível relativo à divulgação de e-mails do Benfica.

A decisão sumária do Constitucional, datada de 11 de maio e a que a agência Lusa teve hoje acesso, diz “não conhecer do recurso” dos ‘azuis e brancos’, interposto depois de o presidente do Tribunal da Relação do Porto (TRP) negar o pedido de escusa (afastamento) apresentado pelo juiz Eduardo Pires, no qual o desembargador assume ser sócio dos ‘encarnados’ e acionista da Benfica SAD.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.