Centenas de pessoas despediram-se hoje, com uma salva de palmas, do antigo treinador de futebol Mourinho Félix, pai de José Mourinho, que faleceu no domingo, em Setúbal, após doença prolongada.

Depois do velório na capela do Socorro, junto ao Convento de Jesus, em Setúbal, e da missa de corpo presente, a urna com o corpo foi coberta com as bandeiras dos dois clubes que Mourinho Félix representou como guarda-redes e como treinador, Belenenses e Vitória de Setúbal, para o cortejo fúnebre até ao cemitério de Nossa Senhora da Piedade.

Além do Presidente da República, que apresentou as condolências à família de Mourinho Félix na segunda-feira, também marcaram presença nas cerimónias fúnebres atuais e antigos colaboradores de José Mourinho, como Aitor Karanka, Silvino Louro, Baltemar Brito, Ricardo Formosinho, Rui Faria e José Morais, entre outros.

A presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, e vários membros do executivo camarário, o antigo jogador Fernando Tomé e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, também estavam entre as muitas personalidades que prestaram uma última homenagem a Mourinho Félix.

O pai do atual treinador do Manchester United, José Mourinho, defendeu as balizas de Vitória de Setúbal, entre 1955 e 1968, conquistando a primeira Taça de Portugal do clube, em 1965, e de Belenenses, entre 1968 e 1974, no qual chegou a treinar enquanto jogava.

Mourinho Félix também representou a seleção nacional de futebol a 25 de junho de 1972, no triunfo de Portugal frente à República da Irlanda, por 2-1, no Torneio da Independência do Brasil, em Arruda, no Recife.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.