Chiquinho pode recuperar mais cedo do que o esperado e ser mais uma opção para Bruno Lage no leque de opções.

Adianta o jornal 'A Bola', que a recuperação da lesão no tendão médio adutor esquerdo está a correr da melhor forma.

Depois da análise à maleita, contraída no clássico frente ao FC Porto, foi estimado um tempo de recuperação e um regresso previsto para janeiro de 2020.

Ora, a resiliência do jogador tem contribuído para o encurtamento desse prazo.

Segundo a referida fonte, Chiquinho tem mesmo abdicado das folgas para continuar os tratamentos e a fisioterapia.

O criativo pode ter em mente um objetivo: Ser opção na última jornada da fase de grupos da Champions, na partida frente ao Zenit. Contudo, pensando-se no melhor cenário, o mês de novembro também poderá ser o mês do regresso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.