Referência incontornável no mundo do futebol, Pablo Aimar decidiu dar os primeiros passos como treinador em 2017, estando atualmente nas camadas jovens da seleção argentina. Num testemunho publicado no "The Coaches' Voice", o antigo jogador do Benfica falou sobre uma das suas inspirações, Jorge Jesus.

"O Jesus é alguém que eu tenho muito em mente. Uso algumas das reflexões dele quando treino jovens jogadores. Eles podem queixar-se que a bola não lhes chega e lembro-me do que o Jesus dizia. 'Grandes jogadores não ficam ansiosos'. Claro que os grandes jogadores não se escondem. Tudo tem a ver com paciência e lembro-me sempre do que ele me dizia", recorda.

Pablo Aimar, hoje com 41 anos, jogou no Benfica entre 2008 e 2013, tendo vencido um campeonato e quatro Taças da Liga. Quatro dessas cinco temporadas foram com Jorge Jesus no comando técnico.

"Gostava de treinar com o Jorge no Benfica. Gostava dos exercícios e das explicações. Gostava da paixão com que ele vivia o futebol. Aprendi com ele e uso muito dele no meu papel de treinador. Ele sempre me dizia que quem inventou aquele exercício, teria feito por algum motivo", atira.

"Houve um dia do primeiro ano do Jesus no Benfica que ele chegou e viu-me a jogar com o Saviola e ele gostava dessa parceria. Estávamos num treino e ele acabou com a sessão depois de termos feito uma boa jogada. Ele dizia que 'com estes jogadores, todos vão ver que sou um bom treinador'. Gostei muito de treinar com ele", remata.

O atual treinador dos sub-17 da Argentina destacou ainda o papel de Marcelo Bielsa, atual treinador do Leeds e ex-selecionador argentino, e José Pékerman, antigo selecionador da Colômbia e da Argentina, na sua formação enquanto treinador. Mas Aimar não esquece a sua grande referência dentro das quatro linhas: Diego Maradona.

"Ele foi a maior inspiração para quem nasceu nos anos 70 e 80. Nessa altura já havia super-heróis, como o Homem Aranha, o Batman e outros, mas nós não queríamos ser como eles, queríamos ser como o Maradona. Queríamos ser ele e, tal como ele, queríamos aprender jogando", observou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.