Sérgio Conceição também comentou os lances polémicos do Vitória de Setubal 0-2 FC Porto, onde o árbitro Manuel Oliveir teve muito trabalho. Sobre o jogo, o técnico confessou que não esperava um Setúbal com três centrais. Conceição aproveitou para deixar reparos à Liga e à Federação sobre os relvados portugueses, com muitas críticas para o tapete verde do Bonfim.

Veja as melhores imagens do jogo

Que análise faz da partida? Era um jogo importante para nós, não só pelas dificuldades que sabíamos que íamos encontrar, mas também depois de um jogo de Champions, que é sempre difícil mudar o chip. O ano passado empatámos em Vila das Aves, depois do Besiktas, e era importante dar esta demonstração de força. A qualidade exibicional não foi brilhante porque o Vitória preocupou-se muito em condicionar aquilo que era o jogo do FC Porto. Mas isso não tem mal nenhum. Agora a entidade competente, a Liga ou a Federação, devia ver o estado do relvado que jogámos hoje. Muito difícil rodar a bola, muito difícil circulá-la, mas já estamos habituados a todos os tipos de dificuldade. As equipas fazem de tudo para roubar pontos ao campeão nacional e nós temos de fazer de tudo para contrariar isso".

Queixas do Setúbal nos lances polémicos: "Ainda não tive oportunidade de ver os lances, mas aquilo que me dizem é que a situação em que o Setúbal vai para a baliza, o jogador já vai em queda. Quem estava em cima, no segundo lance, acho que não há dúvidas do toque com a mão. Acho que não é por aí. Podíamos ter marcado mais dois ou três golos, o Vitória também abordou o jogo com três centrais, o que é um bocado diferente do que estamos habituados, mas nós é que temos de saber ultrapassar essas dificuldades. O que não acho normal é a qualidade do relvado. Estava em péssimas condições para se jogar futebol".

Evolução da equipa: "Os jogos são todos difíceis. Houve algumas mudanças no FC Porto, nós treinadores andamos sempre à procura do que podemos melhorar e isto é um processo normal. Sei que tenho uma equipa muito competitiva, muito capaz, não era fácil jogar com dez jogadores em cima da grande área, mas soubemos ter paciência e criar dificuldades no último terço. Não foi um jogo brilhante, mas com um resultado justo. Os meus jogadores é que são os obreiros desta vitória".

O detentor do título FC Porto ascendeu, este sábado, provisoriamente à liderança da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 2-0 no reduto do Vitória de Setúbal, em encontro da quinta jornada.

O camaronês Aboubakar, aos 16 minutos, e o suplente Sérgio Oliveira, aos 78, apontaram os tentos dos ‘dragões’, que passaram a somar 12 pontos, contra 10 de Benfica, Sporting de Braga e Sporting, todos com menos um jogo, e ainda Rio Ave e Marítimo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.